Responsabilidade na Pista

Sabemos que aqui no Brasil, esportes sobre os patins não são exatamente os mais populares. Por isso, as ligas de Roller Derby tendem a receber meninas que não tem muita noção de patinação, que patinaram quando eram pequenas, que sabem patinar com inline, que nunca andaram de quad, etc.

A responsabilidade de proporcionar um treino seguro é inteiramente da liga e de quem está dando treino. Por exemplo, deixar uma menina que acabou de começar a andar fazer os treinos de Fresh Meat mais experientes (em que há contato e velocidade) é um ato responsável? Nós da Gray achamos que não. Quando você coloca uma menina inexperiente para andar de patins junto com patinadoras mais experientes, você coloca todas as meninas que estão na pista em perigo, pois a novata não vai ter firmeza nos patins e pode, sem querer, causar um acidente que comprometa as demais meninas.

Podemos citar outra coisa que acontece na liga, e que foi uma decisão bastante boa; ninguém começa como jammer especificamente, ou como pivô especificamente. As posições em que cada uma jogará irão vir com o tempo, não queremos que nenhuma menina se dedique muito à uma posição sem antes ter as habilidades básicas para encarar um treino de veteranas, um scrimmage e, futuramente, um bout. No nosso ponto de vista, esssa decisão tem uma série de vantagens. Pensem um pouco sobre isso. 😉

Responsabilidade e segurança são as palavras chaves para um bom treino, e por isso achamos muito legal separar os treinos de Novatas (meninas que acabaram de colocar um patins no pé pela primeira vez), Carninhas, Veteranas. As novatas tem que, primeiramente, aprender a se equilibrar e ganhar conficança nos patins antes de se juntar ao resto das Carninhas, e as carninhas tem que estar muito equilibradas nos patins, confiantes e seguras para passar para o treino das veteranas (entre outros requisitos que agora não vem ao caso).

No site allderbydrills.com a galera da Finlândia postou um diagrama muito legal que mostra exatamente o “percurso” que tem que ser feito pela patinadora, com a ajuda e o apoio de suas treinadoras e treinadores, para estar apta a treinar e jogar sem se arriscar além da conta. O diagrama é esse aqui:

Diagrama de Progresso das Patinadoras

Esse diagrama serve para orientar os coaches na hora do treino (no que eles devem focar, o que eles devem exigir de suas atletas, etc) e motivar as patinadoras (mostrar para elas o que tem pela frente e ajudá-las a estabelecer objetivos individuais). Uma ideia bem legal é compartilhá-lo com a liga inteira, assim todas as meninas sabem o que as esperará no futuro. 🙂

Uma dica muito boa do pessoal da Finlândia é: uma vez que as patinadoras passaram por todas as “fases” do diagrama, elas voltarão ao começo e, dessa vez, irão focar na posição em que escolheram jogar. O legal de não treinar uma menina especificamente para uma posição é que as habilidades de cada uma podem mudar à medida em que ela progride, ela pode se destacar mais em uma posição do que em outra.

Para nós da Gray, o diagrama está 100% ligado à responsabilidade: a não deixar suas jogadoras correrem riscos desnecessários e também mostrar a elas do que elas serão capazes se se dedicarem ao esporte.

Fechamos esse post ressaltando algo que para nós é muito importante de ter em mente: o processo de aprendizado é eterno, está sempre em constante mudança e, acima de tudo, evolução. Portanto, o ciclo não termina onde está marcado “jammer line”, este é apenas o começo!

A importância dos Músculos do Core

Há pouco tempo, em algum post, nós falamos sobre como o roller derby é um esporte completo no que diz respeito aos músculos que são usados em sua prática. Todos sabem  que usamos  as pernas (que tem que ser fortes), que usamos os braços (que tem que ser  fortes) e que temos que ter resistência e tudo mais. O que tem sido falado e bastante reforçado lá na gringa é o quanto é importante ter um core forte e como também é importante saber usá-lo com inteligência. Então, antes de falar desses músculos apenas no derby propriamente dito, vamos entender um pouco sobre eles.

Dentre tantos músculos usados para a prática da patinação, podemos focar em um grupo específico,  que compõe o chamado “core”, ou, se preferir, o nosso “centro”. Ele é uma unidade integrada composta de 29 pares de músculos que suportam o complexo quadril-pélvico-lombar. Encontramos todos eles no abdome, na espinha e nos glúteos, mais especificamente aqui:

Esses músculos tem três funções:

1.     Manter um adequado alinhamento da coluna lombar contra a ação da gravidade;

2.     Estabilizar a coluna e pélvis durante os movimentos;

3.     Gerar força para os movimentos do tronco e prevenir lesões.

Como usar o seu core de forma inteligente no derby?

E agora se você estiver se perguntando: “mas qual é a importância dele então, se ele não serve efetivamente para eu patinar?”, nós temos a resposta. Chegou a hora de focar o uso desses músculos no nosso tão amado esporte. Esse conjunto de músculos que compõe o core é a base para duas coisas importantes no jogo:

a) um bloqueio eficiente

b) conseguir absorver o impacto desse bloqueio eficiente.

O nosso core é como se fosse a fonte de energia por trás de todos os movimentos que fazemos para transferir o “ritmo”/ impulso de um lado para o outro, de trás para frente.

No derby, quando você bate em alguém com o ombro, por exemplo,  você não está usando apenas o ombro para dar a pancada, e sim todo o seu corpo, especialmente os músculos da região do core:  você contrai e expande o seu core como se ele fosse uma “mola”. A força para virar e acertar sua oponente com um check  não vem apenas das suas pernas, ela vem  também do movimento que você faz para mover seus quadris em direção ao seu “alvo”, que vem de onde exatamente? Do core!

Conseguiram perceber o quanto é importante  ter  um core forte? É dele que vem grande parte da força para conseguir bloquear efetivamente, para se equilibrar depois de um encontrão (absorver o impacto)  ou  até controlar melhor os seus movimentos sobre os patins.

Há diversas maneiras de fortalecer o seu core de forma efetiva: planks, abdominais e leg lifts são exercícios que devem estar em qualquer treino  se você quer atletas fortes que sabem tanto dar quanto receber hits e ficar de pé. Afinal, qual é a vantagem de ter uma bloqueio que dá o hit e cai logo em seguida?

E lembrem-se:  dar e receber hits jogando limpo, sempre com as áreas legais do corpo, como mostrarm as regras da WFTDA :

5 maneiras de ser uma patinadora melhor!

Mais uma vez nos inspiramos no derbylife.com para fazer um post. Falaremos, como o próprio título sugere, sobre algumas maneiras de ser uma patinadora melhor! Quem dá a dica pra gente é a Homgoddess e claro, nós da Gray City Rebels colocamos também nossas opiniões sobre o que fazer para melhorar a patinação. Portanto, não iremos traduzir 100% do artigo, mas se você quiser lê-lo em inglês, é só clicar aqui!

Treino. Andar pelo parque. Fazer patinação de velocidade. Patinação artística. Arriscar andar no “gelo” (no Brasil?). Fazer jam skating. Correr loucamente de patins. Se aventurar na pista de street. Pegar um inline pra ver como é. Tentar slalom. Jogar hockey. O que isso tudo tem em comum?! São todas maneiras de melhorar a sua patinação de alguma forma: equilíbrio, passada e agilidade.

Nós da Gray sempre dizemos para as meninas que é super importante elas terem “quilometragem” no patins, isso quer dizer: andar bastante fora do treino e, sempre que puder, fazer alguma coisa sobre os patins. Essa já é uma forma de melhorar a patinação: PATINANDO. Mesmo que pareça que você está apenas dando uma volta no parque, você sempre voltará diferente desse passeio, irá perceber alguma coisa, algum movimento diferente.

Durante os treinos, queremos que as meninas sejam boas não apenas com um dos pés, mas com os dois. Não basta saber se equilibrar melhor com um pé, saber cruzar de apenas um lado e do outro cair facilmente…para ser uma boa patinadora, é preciso saber fazer as coisas tanto com um pé como com o outro.

imagem retirada do blog http://nikkeeboyle.wordpress.com . Da esq. para a direita Atomatrix (Fracture Mag), Quadzilla (Opox Magazine), Suzy Hotrod (Jules Doyle), Urrk’n Jerk’n (Dave Wood)

É agora que entra a parte da Homgoddess e suas dicas para o bom  desenvolvimento de habilidades:

Equilíbrio:

Equilibre-se em um pé na reta inteira.* Equilibre-se em um pé nas curvas.* Equilibre-se em um pé só até que você pare completamente. * Equilibre-se em um pé enquanto agacha.*Equilibre-se em um pé e faça zigue-zague sobre ele.*Se você tiver espaço, equilibre-se em um pé e balance a outra perna freneticamente, tentando se desequilibrar.* Patine com os dois pés no chão e encoste no seu dedão, primeiro o esquerdo, depois o direito, depois os dois e dê um impulso pra frente com seu peso (fazendo sticky skate).* Equilibre-se em um pé e toque na ponta do patins. Mantenha seu calcanhar no chão.* Equilibre-se em um pé e encoste na ponta do patins, alternando entre o lado do dedão e do dedinho.* Faça tudo isso de novo patinando para trás.

Cruzadas:

Faça “tesourinha”, ou o “oito”, assim ó: figure eight. * Equilibre-se na perna esquerda. Dê impulso apenas com a perna direita. * Equilibre-se na perna direita. *Dê impulso para a direita com o pé esquerdo, cruzando por trás do pé esquerdo. *Equilibre-se com a perna esquerda. Dê um impulso para a direita com o pé direito, colocando-o no chão como se você fosse fazer uma cruzada, mas sem levantar o pé esquerdo do chão.* Faça as curvas se equilibrando apenas no pé esquerdo, com a perna direita um pouco esticada como se você tivesse acabado de dar um impulso com a perna direita. Perceba o quanto do seu peso pode ser colocado nas rodinhas de fora do lado esquerdo, tente fazer isso agachada* Faça o mesmo com a outra perna. * Cruze devagar e de maneira exagerada, bem grande. * Mantenha-se abaixada e se equilibre em cada perna antes de colocá-la novamente no chão. *Cruzadas bêbadas (drunken sailor crossover); em outras palavras,cruze para a direita e, logo em seguida, para a esquerda repetidamente.* Cruze na direção oposta (sentido horário). * Cruze com as mãos nas costas.

Força/ Resistência:

Patine bem flexionada (skate low) com as 8 rodinhas no chão e dê 5 voltas, depois patine uma volta normalmente. * Patine nas curvas e agache nas retas, aproveitando o impulso que você pegou. * Agache nas curvas e patine nas retas. *Agache por uma volta inteira e patine a toda velocidade por duas voltas.* Pule sem parar durante um tempo. * Patine a toda velocidade por meia volta e veja se consegue fazer o plow stop bem rápido e parar.* Repita.*

Coisas para se fazer com uma amiga:

Siga o mestre. Faça exatamente o que sua amiga fizer com os pés, tente fazer isso de forma sincronizada. * Siga sua amiga bem de perto, o mais perto que conseguir. Fale pra ela variar a velocidade e tente não bater nela quando ela parar.* Patine bem ao lado dela. Cruze bem pequeno enquanto ela estiver do seu lado. * Agache e deixe sua amiga te empurrar pela pista (shopping cart). Equilibre-se em um pé nas curvas. Troque. * Peça para sua amiga segurar no seu quadril e a puxe pela pista. Fale pra ela se equilibrar em um pé nas curvas (se parecer que ela vai te puxar pra um lado e derrubar, ela precisa melhorar o equilíbrio). * Troque. * Vá para o meio da pista ou em algum lugar que você possa patinar pra frente e para trás. Comece a mais ou menos 3m de distância da sua amiga, patine em direção a ela e faça a transição quando você passar por ela. Mantenha contato visual durante todo o processo. Pare e repita do lado oposto. *

Coisas inusitadas e loucas de fazer:

Tem umas coisas que não são propriamente importantes ou necessárias para o derby, como algumas pessoas dizem, mas não seria animal se você conseguisse:

Patinar de costas tão bem quanto você patina de frente. * Acompanhar um jam skater só pra ver se você consegue repetir os movimentos loucos. * Patinar sideways. * Dançar sobre os patins com alguém. * Fazer o que apelidamos de “Bonnie D” (ou shoot the duck), assim ó. * Se equilibrar nas duas rodas da frente, ou nas duas de trás.*

Essas foram algumas dicas da Homgoddess. Esperamos que vocês tenham gostado e que tentem colocar algumas delas, se não todas, em prática! Sempre tem alguma coisa pra melhorar, algum detalhe pra acertar, algum dos dois pés que você pode se equilibrar melhor, essas coisas…

E aí, vocês tem alguma coisa muito estranha ou diferente que gostam de fazer sobre os patins?! Se tiverem, podem contar pra gente! 😉

Fechamos esse post com um vídeo das meninas da liga Helsinki, na Finlândia, jogando basquete com patins.

Ano novo, casa nova!!

Agora as Rebels tem uma nova casa!

É uma quadra magia que só de olhar já te deixa com vontade de patinar!!! Quer ver só? A gente te mostra um pouquinho do treino do último domingo, no qual as carninhas se juntaram com as veteranas para patinar muito e suar nesse verão cinza de São Paulo.

E aí, ficou com vontade de patinar, né??! Ahn? Ahn? A gente te avisou! 😉

Bom, pra matar essa vontade é só mandar um e-mail para nós no contato@graycityrebels.com.br que te explicamos o que você tem que fazer para ser uma Rebel e vir treinar com a gente!

Estamos te esperando! 🙂

Os Benefícios Físicos do Derby

O roller derby é um esporte que está se tornando cada vez mais popular pelo mundo. Ele é um esporte intenso, que exige que as atletas desenvolvam muita coordenação, força e agilidade.

Hoje, dia 7 de fevereiro, saiu uma matéria super legal na yahoo gringa sobre alguns dos benefícios que esse esporte traz para suas praticantes, e é claro, resolvemos dar uma adaptada e compartilhar com vocês, futuras praticantes!

1) O roller derby exige que suas praticantes mantenham a forma e fiquem mais fortes!

Esse esporte exige bastante do corpo. As atletas que participam dele acabam tendo que fazer um esforço a mais para ganhar massa muscular e ficar em forma, já que o derby pode ser um esporte bem rápido e que trabalha muitas habilidades de uma vez só. Para aquelas pessoas que não estão em forma, o derby pode ser impactante. Por causa disso, as atletas precisam se dedicar ao alongamento e aos exercícios focados no aumento de massa muscular. Ao fazerem isso, as roller girls percebem uma grande melhoria em seu desempenho na pista, bem como o aumento de estamina e  resistência.

2) O derby é um exercício completo para o corpo!

Quase todos os esportes focam em um músculo específico. O roller derby é uma atividade que, ao contrário da maioria dos outros esportes, é super completo, ou seja, faz com que suas praticantes usem todos os principais grupos musculares. Não há tantos esportes que trabalhem todos os grupos musculares tão bem quanto o derby, que tonificam e aumentam a massa muscular pelo corpo inteiro.

3) O roller derby queima muitas calorias!

Por causa das exigência físicas do derby (de todos os músculos trabalhados e do esforço que é feito durante treinos e jogos), o corpo queima mais calorias. Essa queima super rápida de calorias pode ser ótima para as praticantes que querem tornear os músculos, se livrar de gordurinhas extras ou perder peso. Com apenas uma hora de treino, pode-se queimar de 300 a 500 calorias dependendo do peso da pessoa. O derby acaba queimando mais calorias do que a patinação normal por causa de suas exigências físicas.

4) O roller derby é bom para a saúde mental!

Como a maioria dos esportes, o derby faz com que o cérebro solte endorfina, que é considerada o “anti-depressivo natural do corpo”. A libração delas faz com que você se sinta bem. Com a competitividade do esporte, o derby faz com que suas praticantes tenham frequentes descargas de adrenalina enquanto competem…as atletas tendem a adorar isso! Além disso, o derby é um jogo de estratégia, que te faz pensar muito e analisar o que fazer enquanto joga.

4) O roller derby é um ótimo exercício aeróbico!

Ao praticar roller derby, você terá a oportunidade de fazer um grande exercício aeróbico, que irá te proporcionar uma incrível melhora na sua força, no seu pulmão e, claro, deixará seu coração mais forte. Enquanto praticam o esporte, o coração das atletas bate rápido, o que mantém a circulação fluindo muito bem. Assim, a saúde e o bem-estar das praticantes melhoram. Um coração e pulmões fortes são coisas que não tem como as atletas não gostarem!

Bom, esses foram alguns dos benefícios apontados. E agora? Se interessou mais?? Quer ficar mais forte, resistente e em forma?! Vem treinar com a gente!!

Para saber detalhes dos nossos treinos e de como fazer parte da liga, é só entrar em contato com a gente no contato@graycityrebels.com.br!