Rebel Tips!

Desde que começamos a treinar patinação, desde que evoluímos para os fundamentos do roller derby, desde que evoluímos mais ainda para estratégias e depois para mini jogos durante os treinos, pudemos observar algumas coisas em nós mesmas e em nossas patinadoras.  Então, decidimos fazer um post sobre isso, para compartilhar experiências e ajudar quem estiver meio “blé” com a patinação e auto-confiança.

Sempre diga “sim”

Esse é o primeiro mandamento dos nossos treinos. Por mais insegura que você estiver, sempre diga “sim” ao que seu/sua coach te pedir. Eles têm um motivo e buscam a melhoria da sua patinação, das suas habilidades roller dérbicas e, acima de tudo, isso significa que ele confia em você.

O roller derby é um esporte que te tira da zona de conforto e faz você ser desafiada a cada treino.

Na hora de um jogo, seu time precisará que você confie em você mesma. Se o seu time conta com você e confia em você, elas estão te dando “crédito”. E dizer “não” é dizer às suas companheiras, mesmo que nas entrelinhas, que elas não podem confiar em você.

 Não invente desculpas

Durante o treino você tem 100% de responsabilidade sobre suas ações. Não invente desculpas; se seu coach falar que você não está totalmente presente no treino e pode fazer melhor, a última coisa que ele quer ouvir é “desculpa, é que… …. … e também … …” . Leve em consideração o que lhe foi dito, pois o coach te conhece (e sabe) que você é capaz de fazer melhor.

Também não invente desculpas para você. A gente sabe que muitas vezes rolam aqueles pensamentos do tipo: “não tô conseguindo fazer os drills direito hoje porque estou cansada/ não comi bem antes de vir pra cá/ peguei muito trânsito/ não gosto da minha dupla…”. Esse tipo de pensamento lhe dá permissão para não dar o melhor de si na pista, para se contentar com os 50%, com o 5,0 pra passar na média.

Se você está cansada ao ponto de não dar para treinar, fique em casa. Se você for ao treino, você está lá para treinar, então dê o máximo de si mesma! 😉

Se comparar aos outros é uma péssima ideia

Se comparar a uma pessoa é algo muito perigoso e faz você duvidar de suas capacidades, desvalorizar o que faz (e como faz), além de abrir uma janela enorme para a inveja. Quando você se compara a outras pessoas, o seu julgamento fica meio destorcido e você não consegue perceber o quanto evoluiu, pois o seu foco está em outra pessoa, não em você mesma.

Se sentir desvalorizada não pode ser a sua cara. As suas habilidades com o patins (e suas teammates) são as únicas coisas em que você pode confiar na pista. Você pode estar progredindo horrores, mas porque você está cega e prestando atenção em sua “adversária”, você não consegue perceber o seu próprio progresso.

Pense sempre em se auto-avaliar depois de cada treino: você consegue fazer X melhor do que ontem? E melhor do que da primeira vez que você tentou? Se você percebe diferença, é sinal que está melhorando!

Essas foram algumas coisas que pudemos observar durante nosso (pouco) tempo de roller derby. Fazer um esporte como este não é fácil, e exige muito de nós fisica e psicologicamente. É preciso estar preparada para enfrentar desafios e saber que ninguém no seu time está lá para te destruir e deixar para baixo, e sim que depende de você encarar aquela teammate que você vê como “aparecida” e melhor que você como um desafio para que você sempre se supere e evolua a cada treino. E você, tem alguma dica pra gente? 😉

 

Se você tiver alguma dica para deixar por aqui, os comentários são sempre muito bem-vindos!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s